Macro-objetivos do desenvolvimento sustentável Objetivo 2020

Sustentabilidade
alinhada aos negócios

Nossa estratégia global de Desenvolvimento Sustentável é fundamentada em três pilares estratégicos: processos e recursos cada vez mais sustentáveis; portfólio de produtos mais sustentável; e oferecer, junto com nossas cadeias de clientes, à sociedade soluções que permitam a todos ter uma vida cada vez mais sustentável. Atualizamos a nossa política com o objetivo de sermos líderes na contribuição empresarial para o Desenvolvimento Sustentável. Conheça mais detalhes da Política Global de Desenvolvimento Sustentável .

Com a chegada do ano de referência para os compromissos estabelecidos, estamos construindo os desafios para o novo ciclo 2021-2030 e atualizando nossas metas de acordo com a nova realidade global. Vale ressaltar que, a partir de 2021, esses macro-objetivos serão apresentados a partir da perspectiva de geração de impacto diretamente relacionados às metas dos ODS priorizados.

Saúde e Segurança

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
99%
2017
98%
2018
98%
2019
87%
2020
100%

Objetivo 2020

Segurança Pessoal: Alcançar taxa de acidentes pessoais, sem e com afastamento, de 0,75 acidentes/MMHht;

Segurança Processo: Ter taxa de acidentes por transporte (TIER 1) de 0,12 Eventos/ MMHht.

Destaques 2019

Segurança Pessoal: O último registro de acidente com óbito no trabalho ocorreu em 2016 em Cubatão- São Paulo.

Desempenho: A taxa de acidentes Saf e Caf evoluiu de 10,07 para 1,31 no período de 2002 a 2019, representando uma melhoria acumulada de cerca de 87% e um custo evitado superior a U$D 5 milhões.

A taxa de frequência de eventos tier 1 evoluiu de 0,7 para 0,15 no período de 2013 a 2019, representando uma melhoria acumulada de cerca de 79% e um custo evitado negativo superior a U$D 1 milhão. Seguindo a metodologia do GMB, o custo evitado de Tier1 foi negativo, em função do aumento de ocorrências e no valor médio dos custos dos eventos.

Destaques 2018

Desempenho: No período de 2002 a 2018, a taxa de frequência de acidentes pessoais, com e sem afastamento (Caf + Saf), melhorou 89%.

Gestão global: Implantação do novo Sistema de Gestão Integrado - o Intelius - que envolve um conjunto de diretrizes e melhores práticas internacionais alinhadas com a estratégia de sustentabilidade da Braskem, melhoria contínua e globalização.

No ano, foram investidos R$ 129 milhões em segurança do trabalho e segurança de processo.

Os custos evitados no período de 2002 a 2018 em segurança do trabalho e segurança de processo foram de cerca de U$D 67 milhões.

Criação de uma área global de Product Stewardship.

Destaques 2017 - 2014

2017: Entre 2015 e 2017, foram investidos R$ 260 milhões em projetos de segurança do trabalho, segurança de processo e saúde e evitados custos da ordem de R$ 44 milhões.

2016: Substituição das células eletrolíticas de asbesto na planta de Maceió-Alagoas.

2015: Emissão do procedimento corporativo “Product Stewardship”, que reforça o compromisso com a redução da toxidade dos produtos e estabelece uma matriz de responsabilidades para toda a organização.

Obtidas as melhores taxas de acidentes pessoais histórico, desde 2002.

2014: Criação do Grupo de Trabalho para construção do plano de ação plurianual de substituição de substâncias destruidoras da camada de ozônio.

Resultados Econômico - Financeiros

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
73%
2017
73%
2018
73%
2019
73%
2020
92%

Objetivo 2020

Grau de Investimento: Manter grau de investimento das agências Moody’s, Fitch Ratings e Standard & Poor’s.

Destaques 2019

Projetos: Avanço do Projeto Delta usando as melhores tecnologias disponíveis colocando a Braskem como maior produtor de PP dos EUA.

- Vai ofertar 450 mil t de PP principalmente para o mercado norte americano;

- US$ 675 milhões de Investimento;

- Avançou cerca de 85% e irá partir ainda em 2020.

Destaques 2018

Desempenho: Geração livre de caixa recorde de R$ 7,1 bilhões, 187% superior a 2017.

Grau de Investimento: No ano, Standard & Poor’s e Moody’s mudaram a perspectiva de risco de crédito da Braskem de negativa para estável e, pela primeira vez, o risco de crédito da empresa está 3 degraus acima do risco de crédito soberano pela Standard & Poor’s. Assim, o grau de investimento foi mantido pela Standard & Poor’s e pela Fitch Ratings e acima do risco soberano pelas três maiores agências de classificação de risco.

Iniciadas as obras de uma nova planta de polipropileno nos EUA , um investimento da ordem de MMU$D 675.

Destaques 2017 - 2014

2017: Inaugurada da nova planta de Polietileno de Ultra-Alto Peso Molecular (PEUAPM) em La Porte, no Texas. O PEUAPM, de alto desempenho, foi desenvolvido e produzido utilizando tecnologias proprietárias da Braskem.

2016: EBITDA: recorde de R$ 11,5 bilhões;

Inauguração do Complexo Petroquímico do México;

O Grau de Investimento foi mantido nas notas atribuídas a duas agências globais de classificação de risco: Fitch Rating e Standard & Poor’s. A agência Moody’s rebaixou o Grau de Investimento.

2015: EBITDA: recorde de R$ 9.372 milhões.

2014: Foi firmado um acordo com a Siluria Technologies, empresa americana responsável pela comercialização de combustíveis e produtos químicos a partir de gás natural. Este acordo visa à conversão direta do metano do gás natural em eteno, o que reduzirá os custos das plantas que utilizam nafta.

Eficiência Hídrica

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
96%
2017
100%
2018
97%
2019
97%
2020
100%

Objetivo 2020

Manter: Manter o índice de consumo de água (m³/t) abaixo da média do consumo da indústria química mundial, ou seja, 26,64 m³/t (dados de 2014).

Aumentar: Aumentar gradativamente o percentual de reúso de água, em 2020 para 25%; em 2025 para 30%; e em 2030 para 50%.

Destaques 2019

Desempenho: O índice de consumo de água agravou de 4,14 para 4,31 no período de 2002 a 2019, representando uma pioria acumulada de cerca de 4%. O índice de consumo da Braskem é cerca de seis vezes melhor do que a média da indústria química mundial (base: ICCA).

Percentual de reuso de água evoluiu de 18,5 para 25,3 no período de 2011 a 2019, representando uma melhoria acumulada de cerca de 37%.

O índice de geração de efluentes líquidos evoluiu de 1,94 para 1,31 no período de 2002 a 2019, representando uma melhoria acumulada de cerca de 32% e um custo evitado superior a U$D 8 milhões.

Reconhecimento: A Braskem manteve-se em 2019 como A-List no CDP Water, desde 2017.

Iniciativas: Braskem aderiu ao CEO Water Mandate, uma iniciativa especial da Organização das Nações Unidas e do Pacto Global da ONU em prol do uso sustentável da água no mundo. Por meio da adesão, nos juntamos a mais de 150 empresas de diversos países no compromisso com a preservação do recurso natural. O CEO Water Mandate possui a missão de mobilizar líderes empresariais no gerenciamento corporativo dos recursos hídricos, em parceria com governos, organizações da sociedade civil e outras partes interessadas.

O sistema compacto de esgotamento sanitário Gota, oriundo do BraskemLabs, segue aprovado em 4 campanhas de coleta do projeto piloto de esgotamento sanitário para área rural de Mogi das cruzes-SP. A Braskem segue em alinhamento com sua política de Desenvolvimento sustentável, buscando se consolidar como um provedor de soluções no saneamento básico, em ações conjuntas com sua cadeia de clientes com potencial de beneficiar cerca de 70% da população rural, representando cerca de 23 mihões de brasileiros não dispoem de esgotamento sanitário.

Destaques 2018

Desempenho: O índice de consumo de água foi de 4,28 m³/t, sendo seis vezes menor que a média da indústria química mundial.

26,3% da água consumida nas operações vieram de processos de reuso. Nas unidades da região do ABC, em São Paulo, já foram utilizados 97% de água de reuso.

Custos evitados com a melhoria da geração de efluentes líquidos no período de 2002 a 2018 da ordem de U$D 107 milhões.

Reconhecimento: A Braskem foi uma das 27 empresas que obtiveram a classificação “A List”, pelo segundo ano consecutivo, no ranking do CDP (Carbon Disclosure Program).

Iniciativas: O Movimento Menos Perda Mais Água esteve presente em diversos eventos importantes no Brasil e no exterior, como o 8º Fórum Mundial da Água, o encontro anual do Global Compact da ONU em Nova Iorque e a Rio Water Week.

A Braskem apoia o projeto Mogi+Água, realizado pelo Instituto Trata Brasil e a Secretaria Municipal de Agricultura da Prefeitura de Mogi das Cruzes, em São Paulo (Brasil). O objetivo é instalar, em propriedades rurais do município, estações de tratamento de esgoto portáteis (tecnologia desenvolvida por uma das startups do programa Braskem Labs).

Destaques 2017 - 2014

2017: Foram investidos R$ 68 milhões em projetos de meio ambiente entre 2015 e 2017, evitando custos da ordem de R$ 33 milhões com melhorias de eficiência hídrica.

2016: Braskem estudou o risco de escassez hídrica em 8 bacias hidrográficas, sendo 4 estudos concluídos em 2017. Esses estudos permitiram mapear as operações que estão em áreas de risco potencial de escassez hídrica quando foi desenvolvido (2015) e no horizonte de 2040. Desta forma foi possível planejar a melhor forma de tratar os riscos e oportunidades identificadas na busca de fontes alternativas de fornecimento de água em áreas de escassez hídrica.

2015: Foi lançado o Movimento Menos Perda Mais Água, pela redução das perdas de água na distribuição, iniciativa do Pacto Global da ONU alinhado com o objetivo do desenvolvimento sustentável-ODS-6. O movimento é liderado pela Braskem e pela Sanasa.

O projeto Aquapolo se consolidou como um caso de sucesso de adaptação às mudanças climáticas, ao permitir a operação normal na região do ABC durante a escassez hídrica de 2014/2015.

2014: A Braskem participa, pela primeira vez, do Water Diclosure, iniciativa do CDP.

Desenvolvimento de Soluções

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
85%
2017
91%
2018
97%
2019
100%
2020
100%

Objetivo 2020

Reputação: Em relação a Índice de Reputação, atingir o nível de reputação “forte” na dimensão Produtos & Serviços do público Clientes do Deep Dive.

Destaques 2019

Avaliação de Ciclo de Vida: Foram concluídos 20 estudos, sendo que o estudo sobre dispositivos antiofuscantes foi publicado em revista acadêmcia de reconhecimento internacional Journal of Cleaner Production (Sustainability for highways operation: Comparative analysis of vanes oval-shaped and steel screen anti-glare systems). No acumulado, desde 2006 até 2019 já foram desenvolvidos 146 estudos, sendo 84 completos, 17 revisados por terceira parte e 45 simplificados.

A Braskem continua com forte participação na Rede Empresarial Brasileira de Avaliação do Ciclo de Vida criada há 6 anos, em 2019 se tornou membro da Life Cycle Initiative (UNEP/SETAC), organização internacional de ACV, conta com a associação de mais de 30 empresas, entidades acadêmicas, consultorias , centros de pesquisa, associações de classe e outros parceiros estratégicos e através dessa associação conseguimos promover o pensamento de ciclo de vida no Brasil.

O índice de reputação global de clientes na dimensão produtos e serviços atingiu 72,6%, superando a meta de 70%.

O Braskem Labs continuou a reforçar o relacionamento com empreendedores e talvez futuros clientes cujos projetos tragam contribuições socioambientais positivas com produtos da cadeia da química ou dos plásticos:

- Em 2019 foram aceleradas 22 startups que atuam em setores como água, reciclagem, saúde, agro e energia.

Destaques 2018

Braskem Labs: Por meio do Scale, 10 startups receberam quatro meses de aceleração com dezenas de mentorias e conexões de negócios. Em paralelo, o Challenge lançou 18 desafios para o ecossistema de startups, e diversos projetos piloto estão sendo rodados por nós para trazerem mais eficiência ou redução de custos para as nossas mais diversas áreas.

Desempenho: Foram concluídos 13 estudos completos de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), sendo quatro revisados externamente e mais 12 estudos simplificados. No acumulado, de 2006 a 2018 já foram desenvolvidos 109 estudos, sendo 61 completos, 13 revisados, 35 simplificados.

Em 2018, foram feitos 34 novos depósitos de patentes e 152 extensões, e foram investidos cerca de R$ 348 milhões em inovação e tecnologia.

Destaques 2017 - 2014

2017: O Braskem Labs se transformou em plataforma , contemplando três programas: Ignition, Scale e Challenge.

A Associação Europeia de Plásticos Manufaturados concedeu a Braskem um prêmio de inovação em plástico para a sua resina EVA, reconhecendo seu apelo sustentável. A empresa também foi reconhecida no ranking do Valor Inovação 2017, na categoria “Indústria Química e Petroquímica”, ficando em 3º lugar.

2016: Em sua segunda edição, o Braskem Labs recebeu 190 inscrições, sendo 1212 propostas inovadoras nas áreas da química e do plástico e também de combate ao mosquito Aedes aegypti, selecionadas;

O Prêmio Eco Brasil, realizado pela Câmara Americana de Comércio (Amcham) e pelo jornal O Estado de S.Paulo, reconheceu o programa Braskem Labs como vencedor na categoria Processos – Empresas de Grande Porte.

2015: Neste ano, foi elaborado um livreto sobre benefícios ambientais dos plásticos. Case da Braskem selecionado para publicação do ICCA sobre Emissões Evitadas dos plásticos;

No LCA Compendium: “Life Cycle Management” a empresa teve destaque para a Rede Empresarial para ACV. Em relação a elaboração de mais duas publicações sobre os impactos socioambientais dos plásticos

2014: Lançamento do Mulching Preto e Branco, produzido em polietileno, para a cultura de citrus. A solução visa cobrir o solo para controle das ervas daninhas e da manutenção da umidade e temperatura, além de contribuir para a eficiência hídrica na agricultura;

O PIB Braskem (Poliisobuteno) foi utilizado pela Tecno Cell Agroflorestal na formulação de produtos para controle de praga urbana. O PIB é um produto químico atóxico, transparente e compatível com materiais orgânicos;

Desenvolvimento de nova resina de polietileno para tubos, que podem ser utilizados na rede de distribuição de água e gás natural, transporte de polpa de minério, de petróleo, redes de esgoto e adutoras.

Fortalecimento das Práticas

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
91%
2017
94%
2018
92%
2019
90%
2020
100%

Objetivo 2020

Manter: Manter a empresa listada com score equivalente à média da carteira pela pontuação do ISE Bovespa;

Em relação a pontuação do DJSI (Dow Jones Sustainability Indices) de Mercado Emergentes, manter a Braskem listada com score equivalente ao primeiro entrante no índice global do setor.

Destaques 2019

Ética & Transparência: Conseguimos concluir 100% das 161 iniciativas do nosso programa de integridade.

A gestão integrada de riscos empresariais já é uma realidade em toda a empresa.

O processo de monitoria estabelecido no acordo de leniência feito com as autoridades dos governos brasileiros, norte-americano e suíço teve continuidade conforme planejado. Os monitores darão seu parecer até o final em março de 2020.

Associado ao avanço dos nossos controles internos, vale a pena destacar o arquivamento dos Formulários 20-F referente aos exercícios sociais encerrado em 2017 e 2018 ("Formulário 20F 2018") na U.S. Securities Exchange Comission ("SEC").

Direitos Humanos: A Braskem deu continuidade à gestão de impactos negativos aos Direitos Humanos, iniciada em 2017, de acordo com os Princípios Orientadores da ONU sobre Empresas e Direitos Humanos, com destaque para as seguintes ações:

Dignidade e diversidade: teve início a elaboração de um programa de medidas de proteção e acolhimento de vítimas de assédio e discriminação no ambiente de trabalho;

Povos tradicionais: foi renovado o projeto Rede de Maré, realizado com o apoio da Braskem desde 2015, junto a comunidades tradicionais de pescadores e marisqueiras na Ilha da Maré, localizada nos entornos de nossas operações em Salvador-BA. O projeto tem o objetivo de promover a gestão sustentável da pesca artesanal na região, a manutenção das culturais locais tradicionais e de seus meios de subsistência, e a educação ambiental da comunidade com foco no ecossistema marinho;

Trabalho decente na cadeia de valor: foram sensibilizados 1.644 caminhoneiros e 373 integrantes nas ações de conscientização com as empresas de logística e transporte para a prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias, no âmbito do Programa Na Mão Certa, da Childhood Brasil, do qual a Braskem participa desde 2007. O engajamento representou um aumento de 55% em relação a 2018.

Índice de Sustentabilidade ISE B3: Braskem listada na 15ª carteira consecutiva no índice de Sustentabilidade ISE B3, fazendo parte do seleto grupo de 7 empresas que permanecem listadas desde o lançamento.

Global Compact LEAD: O Reconhecimento da Braskem como Empresa Líder em Desenvolvimento Sustentável pelo Pacto Global da ONU, pelo oitavo ano consecutivo e sendo a única empresa Brasileira entre as 10mil associadas.

Anuário RobecoSAM: Segue selecionada para o Anuário RobecoSAM pelo 6º ano consecutivo (2014-2019) como uma das empresas mais sustentáveis do mundo.

Plataforma Ecovadis: A Braskem manteve a sua pontuação de 63 pontos na plataforma Ecovadis e segue entre as 9% melhores empresas avaliadas pela do setor químico em 2019. A plataforma avalia os temas de meio ambiente, práticas trabalhistas e direitos humanos, compras sustentáveis e ética.

Anuário Epoca 360: Braskem reconhecida a empresa química mais sustentável pelo anuário Epoca 360 2019.

Destaques 2018

Desempenho:Foram cumpridas 100% das ações de curto prazo previstas em nosso plano de ação para a mitigação de riscos potenciais aos direitos humanos. Também foram concluídos estudos e diagnósticos relevantes que permitirão próximos passos ainda mais assertivos para a mitigação desses riscos.

Reconhecimentos: Desde 2012 a Braskem é nomeada como Empresa Líder pelo Pacto Global da ONU, sendo reconhecida por seu compromisso com o pacto global das Nações Unidas para o desenvolvimento sustentável.

Em 2018, a Braskem se manteve como classe ouro na avaliação da plataforma Ecovadis

Pela primeira vez a empresa integra a lista “Change the World” da revista Fortune, e ocupamos a 14ª posição. O ranking elenca as empresas que promovem mais impactos sociais positivos devido às suas ações.

No início de 2019, foi inserida na nova edição do “The Sustainability Yearbook”, editado pela RobecoSAM, e integrou pela 14ª vez consecutiva a carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da B3.

Destaques 2017 - 2014

2017: A Braskem integrou pela 13ª vez consecutiva a carteira do ISE da B3 e pela quarta vez no “The Sustainability Yearbook” da RobecoSAM.

Conquistou, pelo segundo ano consecutivo, a categoria ouro, como fornecedor na plataforma Ecovadis, que tem como objetivo o desenvolvimento das práticas de responsabilidade social das empresas a partir de sua influência nas cadeias de suprimentos mundiais.

2016: Foi realizada uma avaliação de impacto aos direitos humanos , norteada pelos princípios orientadores da ONU (Ruggie’s Framework). O trabalho englobou as operações da empresa no Brasil, no México, nos Estados Unidos e na Alemanha, considerando toda sua cadeia de valor.

2015: Assumiu o compromisso Women's Empowerment Principles (WEP), visando adotar e incentivar medidas que promovam a igualdade de gêneros e o empoderamento feminino. Esse compromisso público é uma das iniciativas dentro do Programa de Diversidade & Inclusão da Braskem, lançado neste mesmo ano, com foco inicial na questão da equidade de gênero.

2014: Formação de mais de 50 turmas no Workshop de Líderes para o Desenvolvimento Sustentável, realizado com o objetivo de dar mais um passo no engajamento das lideranças e fortalecer sua contribuição para a sustentabilidade. Ao todo, foram capacitadas 922 pessoas no Brasil, México e Estados Unidos;

Pela primeira vez, a Braskem esteve presente no Livro do Ano de Sustentabilidade ("The Sustainability Yearbook"), publicação elaborada pela RobecoSAM – consultoria internacional de investimentos especializada em sustentabilidade.

Mudanças do Clima

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
93%
2017
100%
2018
99%
2019
96%
2020
100%

Objetivo 2020

CO2: Alterar a intensidade das emissões de CO2 (tCO2e/t): atingir intensidade carbônica de 600Kg/ton.

Destaques 2019

Desempenho: A intensidade de emissões de gases de efeito estufa (GEE) apresentou uma redução de 19% no período de 2008 a 2019, atingindo o valor de 0,624 tCO2e/t muito próximo do objetivo estabelecido para 2020 de 0,600 tCO2e/t. As emissões evitadas acumuladas, equivalente ao estoque de carbono de uma área de aproximadamente 2,5 mil hectares de Mata Atlântica.

Iniciativas: Realização do 1º Evento da área de Suprimentos de Reconhecimento de Fornecedores com melhor gestão em recursos hídricos e mudanças do clima, por meio da avaliação de desempenho no CDP 2018 “A List”. Os fornecedores reconhecidos foram: BASF, Siemens, BASF, Invensys, Schneider Eletric, Hitachi, Praxair (White Martins), Air Liquide, Arkema e Ricoh.

Reconhecimentos: O inventário de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) da Braskem recebeu, pelo 9º ano consecutivo, a classificação Ouro do Programa Brasileiro GHG Protocol, devido a cobertura das emissões de escopo 1, 2, e 3 com verificação externa independente. A classificação foi concedida em 2019 para as emissões do ano de 2018.

A Braskem manteve-se em 2019 como nível liderança no CDP Climate, desde 2016 ficando com a classificação A-.

Obtido o primeiro certificado de créditos de carbono da Braskem, referente a comprovação do uso de combustível renovável (etanol) em substituição ao combustível fóssil (gasolina), por pelo menos 95% da frota de veículos próprios de São Paulo, entre 1 Julho 2017 e 30 Junho 2018.

Gerenciamento de Riscos Climáticos: O Plano de Adaptação da Braskem, que tem como objetivo reduzir à zero os riscos climáticos classificados como alto até 2023 e maximizar oportunidades de negócio, evoluiu positivamente e os projetos implantados até o momento reduziram potenciais impactos físicos quantificados em aproximadamente US$ 40 milhões.

Destaques 2018

Desempenho: A implantação das ações para mitigação dos riscos climáticos ocorreu dentro do planejado no ano, com destaque para avaliação da eficácia destas ações no cálculo do risco residual. Nosso plano prevê a implantação de 100% de todas as ações até 2023.

Iniciativas: Com apoio da Ticket Log, em 2017 se iniciou a participação em uma iniciativa para a geração de créditos de carbono através da substituição de gasolina por etanol na frota de veículos corporativos. Em 2018, a Braskem passou a ser elegível à etapa de monitoramento, ao atingir o abastecimento em etanol superior à porcentagem necessária (95,46%).

Reconhecimentos: A Braskem foi uma das 126 empresas que obtiveram a classificação “A List”, no ranking do CDP (Carbon Disclosure Program). Além disso, integrou pela sétima vez consecutiva a carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3 (Brasil), e obteve pelo oitavo ano consecutivo a classificação ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol.

Destaques 2017 - 2014

2017: Melhora da intensidade carbônica em 20%, entre 2008 e 2017.

Listada pela segunda vez consecutiva no A-List do CDP Investor Clima e do CDP Supply Chain Climate e, pela primeira vez, a lista Water. Pela sétima vez consecutiva, foi selecionada para compor a carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da BM&FBOVESPA. Obteve a classificação ouro no GHG Protocol pelo sétimo ano consecutivo.

2016: Listada pela primeira vez no A-List do CDP Investor Clima e CDP Supply Chain Climate.

2015: Concluído o estudo de gerenciamento de risco climático (físico, reputacional e da cadeia de valor) e de oportunidades para 100% das plantas industriais da Braskem, com apoio do Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Fundação Getúlio Vargas e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

2014: Investimento de R$ 59 milhões em projetos de redução de emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), com economia estimada em R$ 4,5 milhões.

Eficiência Energética

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
84%
2017
85%
2018
62%
2019
75%
2020
81%

Objetivo 2020

Energia: Índice de consumo de energia de 10,30 GJ/t;

Ter um percentual de uso de energia renovável em 11,10%.

Destaques 2019

Desempenho: O índice de consumo de energia evoluiu de 11,9 para 11,09 no período de 2002 a 2019, representando uma melhoria acumulada de cerca de 7% e um custo evitado superior a U$D 134 milhões.

Braskem e Siemens estabelecem parceria para melhorar eficiência energética no ABC paulista, através de um projeto de modernização do sistema elétrico que resultará em maior eficiência na produção e melhoria em indicadores de sustentabilidade da Braskem no Polo Petroquímico do ABC, em São Paulo. O projeto, cujo investimento total é avaliado em R$ 600 milhões, prevê a atualização tecnológica do sistema que atende ao cracker, a principal unidade industrial do Polo Petroquímico. Com a cogeração combinada de energia elétrica e gás, a unidade consumirá menos energia e emitirá menos gases de efeito estufa. A estimativa é de uma redução de 11,4% no consumo de água e de 6,3% nas emissões de CO2 da unidade.

Energia de Fonte Renovável: Concluida a instalação de 1MWp dos 5Mwp do projeto de fazenda de painéis solares flutuantes com área aproximada de 5 hectare (equivalente a 5 campos de futebol) desenvolvido em parceria entre Sunlution e grupo UNIPAC, Cliente da Braskem, que visa manter ou aumentar a capacidade de geração elétrica da Chesf em Sobradinho durante épocas de estiagem prolongada. Foi desenvolvida uma resina com elevada resistência mecânica e garantia de durabilidade, uma vez que os flutuadores devem durar cerca de vinte anos".

Iniciada operação de usina de energia solar na Bahia, a pimeira usina de geração distribuída de base solar, na Bahia faz parte de investimento na diversificação de nossa matriz energética, vai funcionar a partir da geração distribuída, processo que permite ao cliente instalar geradores de fontes renováveis, e vai suprir 35% da energia utilizada em nosso escritório de Salvador. A energia produzida no mês é transformada em crédito, proporcionando uma redução no valor devido.

Destaques 2018

Projetos: Foram dados os primeiros passos de um projeto focado em eficiência energética referente à modernização do sistema elétrico da planta do Polo Petroquímico do ABC em São Paulo, envolvendo um investimento conjunto com a Siemens de R$ 600 milhões. A modernização reduzirá o consumo de energia elétrica e emissões de CO2, além de trazer mais segurança e confiabilidade aos processos.

Desempenho: Consumo de 81% de energia elétrica renovável em função do consumo energético total, considerando autodeclarações.

Projetos: Foi firmado o compromisso de investir na compra de energia eólica, em contrato de 20 anos, para viabilizar a expansão do parque eólico EDF Renewable na Bahia, fortalecendo o desenvolvimento do setor de energia renovável no estado. A ação reduzirá a quantidade de emissões da Braskem em 325 mil toneladas ao longo do período.

Custo evitado com a melhoria da eficiência energética no período de 2002 a 2018, da ordem de U$D 1,7 bilhões.

Destaques 2017 - 2014

2017: Entre 2015 e 2017, foram investidos R$ 68 milhões em projetos de meio ambiente evitando custos da ordem de R$ 469 milhões, com a melhoria da eficiência energética. E no período de 2002 a 2017, o índice de consumo de energia melhorou 11%.

2016: Desde 2002, foram investidos cerca de R$ 100 milhões para melhorar a eficiência do sistema elétrico dos crackers da Q1 BA e Q2 RS contra interrupções de fornecimento de energia.

2015: Entre 2012 e 2015, foram investidos aproximadamente R$ 55 milhões no controle e proteção do sistema elétrico interno do Polo de Camaçari-SISUP, na Bahia, com o objetivo de reduzir os riscos decorrentes de eventuais interrupções ou variações de energia.

2014: A planta Q2 RS foi a primeira unidade no país a instalar um equipamento que, no mundo, é usado por apenas três outras unidades petroquímicas. Com essa iniciativa, a unidade industrial já obteve resultados expressivos: como a redução de 4,4 megawatts/hora no consumo de energia; a demanda de vapor reduziu 22 toneladas/hora, o que gerou uma economia de 1,6 t/h de óleo combustível.

Recursos Renováveis

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
82%
2017
82%
2018
100%
2019
100%
2020
100%

Objetivo 2020

Produção: Capacidade de produzir 200Kt/ano de insumos químicos e resinas termoplásticas a partir de matérias primas renováveis.

Destaques 2019

Projetos: A Braskem também anunciou o seu primeiro solvente feito a partir de fonte renovável, feito a partir de cana-de-açúcar:

- O HE-70S é resultado de um investimento de R$ 1 milhão e da constante busca da Braskem por soluções sustentáveis. Este novo solvente oxigenado de origem renovável apresenta menor toxicidade, além de maior poder de solvência quando comparado aos solventes hidrocarbônicos tradicionais e atende aplicações em segmentos como tintas, tíneres e adesivos;

- Mantivemos o avanço no desenvolvimento de produtos de origem renovável. Nosso projeto de desenvolvimento do MEG (monoetileno Glico) com a Haldor Topsoe, líder mundial em catalisadores e tecnologia para as indústrias química e de refino, continua a avançar. A planta de demonstração Localizada em Lyngby, na Dinamarca, partiu e está nos ajudando a confirmação da viabilidade técnica e econômica desse processo de produção de MEG renovável em escala industrial.

Big Push – CEPA: O caso “Polímeros Verdes” foi considerado elegível e selecionado como um dos casos mais transformadores rumo ao Big Push para a Sustentabilidade, programa criado pela Comissão Econômica para a América Latina - CEPAL - para incentivar investimentos sustentáveis na América Latina e impulsionar o crescimento econômico dos Países da região. O estudo de caso, além de fazer parte de um repositório online da CEPAL, será reconhecido em uma publicação internacional de investimentos sustentáveis, que será lançada em um evento oficial no início de 2020. A intenção da CEPAL é que essa "publicação se torne um benchmark internacionalmente reconhecido de investimentos sustentáveis no tripé econômico, social e ambiental”.

Destaques 2018

Projetos: EVA Verde: Seguindo a estratégia de fortalecimento da química renovável, a Braskem lança a resina EVA (copolímero etileno acetato de vinila) de fonte renovável, produzida a partir da cana-de-açúcar. Destinada a aplicações em setores como calçadista, automotivo, embalagens flexíveis, transporte, entre outros, o lançamento chega para ampliar o portfólio I’m green™.

Destaques 2017 - 2014

2017: Cerca de 98% do fornecimento de etanol para a produção do Plástico Verde foi de fornecedores signatários do Código Fornecedores Etanol. A melhoria no desempenho ambiental dos fornecedores de etanol resultou uma melhoria de 11% nas emissões de GEE e uma captura de 3,09 tCO2/t de resina.

2016: Foram investidos R$ 7,1 milhões na modernização da produção de PE Verde, reduzindo cerca de 30% a emissão de CO2. Um novo sistema de reúso de efluentes, para aproveitar os resíduos hídricos também foi instalado na planta.

2015: O Polietileno Verde celebrou cinco anos de existência. Hoje, são mais de 80 marcas em diversos países das Américas, Europa, Ásia e Oceania;

2014: Anunciado acordo de cooperação internacional com as empresas Amyris e Michelin, para o desenvolvimento de nova rota tecnológica voltada à produção de isopreno, a partir de fonte renovável.

Pós-Consumo

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
1%
2017
1%
2018
2%
2019
8,2%
2020
100%

Objetivo 2020

Produção: Capacidade de produzir e vender 20 kton de resinas recicladas.

Destaques 2019

Desempenho: Os principais avanços em Economia Circular foram referentes ao desenvolvimento e entrega de soluções através de novos modelos de negócio ou do desenvolvimento tecnológico:

- A Braskem revisou sua marca I’m Green passando a incluir seu portfólio de produtos com conteúdo reciclado;

- A Marca I’m Green agora passa a oferecer produtos com conteúdo renovável, produtos com conteúdo reciclado e produtos com conteúdo renovável e reciclado;

- No lançamento foi anunciado um novo produto;

- Filme termo encolhível “carbono neutro” feito a partir de resinas PCR e resinas de renovável.

Em 2019, foram produzidos e comercializados 1.651 ton de resina pós consumo, representando 8,2% do objetivo 2020.

O Squad de Reciclagem Química conseguiu realizar um primeiro teste industrial com produto oriundo da reciclagem química de plásticos pós-consumo na nossa planta de químicos no Rio Grande do Sul.

O tema lixo no mar mereceu nosso envolvimento com diversas partes interessadas globalmente. Aderimos à “Alliance to End Plastic Waste” que tem empresas produtoras de resinas termoplásticas, brand owners, transformadores e empresas de tratamento de resíduos. Entendendo que os resíduos plásticos não devem chegar ao mar, a Aliança pretende mobilizar mais de US$ 1,5 bilhões em 5 anos e acabar com esse problema até 2040 e está trabalhando em quatro frentes:

- Aprimoramento da infraestrutura para gestão dos resíduos;

- Promoção da educação e engajamento de governos, comunidades e do setor empresarial;

- Promover a inovação tecnológica para a minimização dos resíduos e avançar na reciclagem e recuperação dos resíduos plásticos;

- Apoio na limpeza de áreas de maior concentração de resíduos.

Destaques 2018

Desempenho: Produzidas e comercializadas 434 toneladas de resina com conteúdo reciclado no ano.

Economia Circular: Lançamento do posicionamento de Economia Circular, buscando desenvolver oito iniciativas globais para impulsionar a Economia Circular na cadeia de produção de produtos transformados plásticos.

Em busca de soluções para acabar com o descarte inadequado de resíduos no meio ambiente, a Braskem se uniu à iniciativa global “Aliança para o Fim dos Resíduos Plásticos”, cuja meta é investir US$1,5 bilhão nos próximos cinco anos, e ao Fórum Setorial dos Plásticos – Por um Mar Limpo, criada pela Plastivida e pelo Instituto Oceanográfico da USP

Resina reciclada: Por meio da plataforma Wecycle, foram apresentados resultados promissores na criação de uma nova resina reciclada com melhor qualidade e alto teor de conteúdo reciclado proveniente de embalagens rígidas pós consumo de polietileno.

Destaques 2017 - 2014

2017: Definição de um líder global para a plataforma Wecycle.

A resina Wecycle contribuiu para a produção de um novo conceito de bicicleta. O quadro do equipamento é composto de 30% de resina de polietileno Wecycle e 70% de resina virgem.

2016: Lançadas as primeiras resinas de Polipropileno e Polietileno feitas a partir de conteúdo totalmente reciclado. Os volumes combinados de produção podem chegar a 50 toneladas mensais.

2015: Lançamento da plataforma Wecycle que tem como objetivo fomentar negócios e iniciativas para a valorização de resíduos plásticos, a busca o desenvolvimento de soluções, produtos e processos que envolvam a reciclagem do plástico;

Reciclagem Química: Foram selecionadas três tecnologias de reciclagem química para detalhamento e avaliação técnico-econômica: a Eco Energy, a Michaelis e a JBI. Concluído estudo de viabilidade técnica e econômica das tecnologias Michaelis e Innova BR;

PNRS: Assinado acordo setorial de logística reversa de embalagens não perigosas, envolvendo 20 associações que representam 75% das embalagens geradas no Brasil

Desenvolvimento Local

Implementação

% Das Metas Alcançadas

2016
86%
2017
81%
2018
75%
2019
76%
2020
100%

Objetivo 2020

RepTrakTKM Pulse: Atingir o nível “excelente” na dimensão cidadania do RepTrakTKM Pulse em relação ao Índice de Reputação (%).

Destaques 2019

No relacionamento com as Comunidades nossos projetos de Investimento Social Privado continuaram a entregar resultados:

- Nosso foco têm sido fortalecer o engajamento das comunidades na economia circular através;

- Da inclusão social de catadores;

- projeto ser+ no Brasil;

- Do engajamento da sociedade através da educação;

- Projeto Edukatu no Brasil;

- Parceria com o Filadelfia Eagles e Philadelphia Union nos EUA;

- Com o engajamento das comunidades com o projeto Plastianguis no México;

- Globalmente mais de 180.000 mil pessoas foram beneficiadas.

Nosso programa Global de Voluntariado teve a participação de mais de um quarto dos nossos integrantes em todos os países onde temos operações:

- Foram beneficiadas mais de 90 mil pessoas das comunidades com as ações dos nossos voluntários.

A Braskem decidiu atuar de forma preventiva apoiando a solução do fenômeno geológico que está ocorrendo em Maceió com o afundamento de algumas áreas de quatro bairros da cidade. Essa decisão levou em consideração a possibilidade da Braskem ter alguma responsabilidade (embora ainda não comprovada); a relação histórica com a sociedade de Alagoas e nossos princípios éticos. Estamos:

- Apoiando 17 mil pessoas com seu deslocamento para outras áreas da cidade e adequada indenização;

- Conduzindo estudos para a identificação das causas do problema ainda estão sendo conduzidos;

- Esses estudos estão sendo conduzidos por organizações internacionais renomeadas como Instituto Alemão de Geologia, Universidade de Houston, BRGM - Bureau de Recherches Géologiques et Minières e Imperial College de Londres e instituições nacionais como Fundação Coppetec – UFRJ e ACCMS Consultoria de Professores da USP.

Destaques 2018

Estratégia: A estratégia de Investimento Social Privado (ISP) foi revisada e agora é guiada por três causas prioritárias: consumo e pós-consumo sustentável; inovação e empreendedorismo sustentável; e desenvolvimento local.

Desempenho: Benefício de 200 mil pessoas em diferentes áreas em que a Braskem atua e investimos R$ 20,8 milhões em ações locais e globais que geraram impacto positivo tanto para a comunidade como para o meio ambiente.

Voluntariado: Em apenas um ano, o programa de voluntariado teve 222% de aumento na participação de voluntários, aumento de 82% do número de ações, crescimento de 70% nas doações e 251% mais horas dedicadas pelos voluntários.

Parcerias:Parcerias foram firmadas para a coleta e reciclagem de materiais plásticos: uma com a equipe de futebol americano Philadelphia Eagles para a reciclagem de materiais no estádio Lincoln Financial Field e no centro de treinamento do time, além de um projeto educacional voltado a escolas públicas da região; outra com o Mural Arts Philadelphia, maior programa de arte pública dos Estados Unidos, para reciclar o plástico usado no processo de criação dos murais; e um programa de logística reversa de copos plásticos de polipropileno com a empresa Dinâmica Ambiental, e com apoiadores como Copobras, Altacoppo e Jaguar.

Destaques 2017 - 2014

2017: Foi lançada uma edição piloto do Programa de Voluntariado da Braskem em três países (Brasil, EUA e México). O programa envolveu 418 voluntários e 74 equipes.

2016: Foram investidos R$ 27,5 milhões em projetos socioambientais, com destaque para os projetos de investimento social privado:

- Ser+ Realizador: 3.444 catadores foram beneficiados, dentre os quais, 813 registraram aumento de renda;
- Instituto Fábrica de Florestas: foram produzidas 88.407 mudas, sendo 46.628 plantadas. Além disso, 27.506 pessoas foram sensibilizadas por meio desse projeto;
- Edukatu: projeto que os números evoluíram significativamente.: 28.441 pessoas participaram, o número de professores engajados subiu para 1.084 e 9.911 alunos foram engajados.

2015: Cerca de R$ 25,7 milhões foram investidos socialmente pela Braskem neste ano. Para os Projetos de Investimento Social Privado (ISP) foram R$5,4 milhões; para os patrocínios incentivados (projetos de interesse público) foram R$11,3 milhões de incentivo fiscal (R$2,5 milhões de IR e R$8,8 milhões de ICMS), acrescidos de mais R$697 mil de contrapartida de verba direta; para a Fundação Odebrecht foram R$ 7 milhões doados para o PDCIS e R$ 1,3 milhões doados pelos Integrantes para o Programa Tributo ao Futuro.

2014: A Braskem investiu R$ 21,3 milhões em projetos socioambientais, culturais e esportivos no Brasil, divididos em 3 grandes frentes de atuação: Projetos de Investimento Social Privado (ISP), patrocínios incentivados e doações à Fundação Odebrecht (R$ 7 MM).